Você não precisa treinar em Los Angeles

Muitas vezes me perguntam se os fisiculturistas jovens precisam ir à Califórnia para se tornarem fisiculturistas campeões, ou se um jovem competidor de físico pode criar um grande físico exercitando-se em Des Moines, Pittsburgh, Seattle ou em outro lugar. Minha resposta é simples: se você estiver motivado, treinar duro, dispuser de instalações de treinamento adequadas e aprender os fundamentos do treinamento, você pode desenvolver o corpo até seu potencial genético em quase qualquer lugar do mundo.

Los Angeles
Vista de Los Angeles – Griffith Observatory

Nos primeiros dias da minha carreira, era um pouco diferente. Não havia tantos fisiculturistas, essa mídia de fisiculturismo ou bons lugares para treinar, então havia boas razões para muitos grandes campeões se concentrarem em Venice, Califórnia. Também havia tradição. A famosa Muscle Beach do final dos anos 40 ficava bem perto de Venice, em Santa Mônica. As estrelas do físico daquela época criaram um estilo de vida totalmente novo baseado no fisiculturismo, no sol e na diversão. Lembro-me de ver, uns 15 anos depois, fotografias do “garoto de ouro” Dave Draper na praia, nas páginas das revistas de Joe Weider e fiquei determinado a ir um dia para Los Angeles para morar e treinar.

Gold's Gym Venice
Gold’s Gym Venice

Hoje em dia ainda há muitos campeões na região de Venice, mas a maioria deles desenvolveu o físico em outro lugar e foi para promover a carreira – para morar em um clima agradável e quente, é claro, mas também para ter acesso ao fisiculturismo e à poderosa mídia.

Muitos fisiculturistas jovens saem para treinar em lugares como a World Gym ou a Gold’s Gym por períodos curtos e depois voltam para casa, inspirados por terem treinado ombro a ombro com um Mister Universo ou um campeão do Arnold Classic, e acho isso ótimo. Mas não recomendo que pessoas que aspiram a ser campeões vão para Los Angeles para morar nos primeiros momentos de suas carreiras. Embora treinar ao lado de profissionais de elite seja excitante, pode também ser desestimulante, uma vez que a maioria deles provavelmente está anos à frente de um jovem fisiculturista em desenvolvimento. Para muitos jovens aspirantes, é mais sensato treinar na cidade onde moram, começar participando de competições locais e regionais e ir conquistando seu espaço e programando visitas ocasionais à Califórnia apenas para “molhar o pé na água”, renovar sua dose de motivação e depois retornar para casa.

Ainda não existem comentários.

Comente!