Metabolismo e Desenvolvimento Muscular

Metabolismo por Wikipédia

Metabolismo é o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. O termo “metabolismo celular” é usado em referência ao conjunto de todas as reações químicas que ocorrem nas células. Estas reações são responsáveis pelos processos de síntese e degradação dos nutrientes na célula e constituem a base da vida, permitindo o crescimento e reprodução das células, mantendo as suas estruturas e adequando respostas aos seus ambientes.

ATPAs reações químicas do metabolismo estão organizadas em vias metabólicas, que são sequências de reações em que o produto de uma reação é utilizado como reagente na reação seguinte. Diferentes enzimas catalisam diferentes passos de vias metabólicas, agindo de forma concentrada de modo a não interromper o fluxo nessas vias. As enzimas são vitais para o metabolismo porque permitem a realização de reações desejáveis mas termodinamicamente desfavoráveis, ao acoplá-las a reações mais favoráveis. As enzimas regulam as vias metabólicas em resposta a mudanças no ambiente celular ou a sinais de outras células.

O metabolismo é normalmente dividido em dois grupos: anabolismo e catabolismo. Reações anabólicas, ou reações de síntese, são reações químicas que produzem nova matéria orgânica nos seres vivos. Sintetizam-se novos compostos (moléculas mais complexas) a partir de moléculas simples (com consumo de ATP). Reações catabólicas, ou reações de decomposição/degradação, são reações químicas que produzem grandes quantidades de energia livre (sob a forma de ATP) a partir da decomposição ou degradação de moléculas mais complexas (matéria orgânica). Quando o catabolismo supera em atividade o anabolismo, o organismo perde peso, o que acontece em períodos de jejum ou doença; mas se o anabolismo superar o catabolismo, o organismo cresce ou ganha peso. Se ambos os processos estão em equilíbrio, o organismo encontra-se em equilíbrio dinâmico ou homeostase.

Metabolismo e Desenvolvimento Muscular por Arnold Schwarzenegger

Um dos fatores que ajuda a criar tipos musculares diferentes é o metabolismo. Algumas pessoas queimam naturalmente mais calorias do que as outras. Alguns corpos parecem ter sido feitos naturalmente para transformar a energia do alimento em músculo ou gordura, enquanto outros transformam essa energia em combustível para o exercício. Entretanto, conforme seu corpo muda, muda também seu metabolismo. O músculo queima calorias, assim um endomorfo naturalmente pesado encontrará mais facilidade em ficar magro à medida que desenvolve mais e mais massa muscular. Além disso, o corpo é muito adaptável, e literalmente os milhares de vários processos metabólicos que estão ocorrendo todo o tempo tendem a alterar-se em resposta às demandas que você lhes impõe – transformar proteína consumida em músculo, por exemplo, ou aumentar sua capacidade de metabolizar gordura corporal para energia.

Se você é extremamente magro ou extremamente pesado, deve tomar a precaução de consultar um médico para verificar a sua função tireóidea. A glândula tireóide tem uma função importante na regulação do metabolismo. Quando ela está com atividade abaixo do normal (hipotireoidismo), é muito difícil eliminar o excesso de gordura corporal, e, quando está hiperativa (hipertireoidismo) aumentar qualquer quantidade de peso corporal torna-se quase impossível. Todavia, sou fortemente contra o uso da tireóide como meio de aumentar o metabolismo e ficar “sarado” (alcançar um estado de alta definição) quando os próprios níveis de tireóide estão dentro dos limites normais. Isso é perigoso por vários motivos, incluindo o risco de danificar permanentemente a função tireóidea normal.

Ainda não existem comentários.

Comente!