Boas Fontes de Proteína – Introdução

Há muito tempo que atletas e culturistas o afirmam, mas só nos últimos anos, graças à abundância de fontes de pesquisa, a maioria das pessoas está a começar a consciencializar-se que a melhor forma de as pessoas perderem peso e gordura, com saúde, é através de dietas ricas em proteínas.

Para os atletas isso já não é novidade há muito tempo, já que eles sempre procuram aqueles alimentos que são ricos em nutrientes que melhorem o seu desempenho e também a sua adaptação aos treinos a que se vão submetendo. Assim, muitos têm vindo a questionar sobre como encontrar boas fontes de proteínas.

Se você procurar a resposta na internet, talvez encontre sites que lhe dão uma resposta muito simples, apontando para um produto que é capaz de fazer milagres mas, normalmente, o que os donos desses sites pretendem é publicitar e vender esse produto que afirmam fazer maravilhas.

Se você pretende saber como encontrar uma boa fonte de proteínas, então é bom que saiba que existe um conjunto de variáveis a considerar antes de se poder afirmar que determinado alimento é mesmo uma boa fonte de nutrientes, sendo que aquilo que pode ser bom para umas pessoas pode não ter nenhum resultado noutras. Ou seja, a escolha de uma boa fonte de proteínas depende totalmente do contexto.

Neste artigo, você poderá saber de forma resumida, quais são alguns dos fatores a levar em consideração ao escolher boas fontes de proteínas.

Digestibilidade

Antes de o nosso corpo poder utilizar uma proteína, esta terá que ser primeiro digerida e absorvida pelo nosso sangue, de modo a que depois possa ser utilizada pelo nosso corpo. As várias proteínas que existem podem ser digeridas de formas diferentes, de modo que, uma boa fonte de proteínas não é apenas um alimento rico em proteínas, mas sim um alimentos rico em proteínas de boa digestibilidade.

Por exemplo, é importante saber qual a velocidade de digestão de determinada proteína para se poder dizer se ela será bem utilizada pelo nosso corpo.

Qualidade das Proteínas

A qualidade das proteínas é uma medida que nos ajude a definir se uma dada proteína é bem ou mal usada pelo nosso corpo, ou seja, a capacidade dessa proteína manter vida, melhorar o desempenho físico, desenvolver massa muscular e melhorar a saúde.

Uma das formas de se medir a qualidade das proteínas é através da digestibilidade, mas também devemos ter em consideração o perfil de aminoácidos de uma determinada proteína, sendo este um dos fatores mais determinantes da sua qualidade.

Ainda outro fator a ter em consideração é a presença ou ausência de outros nutrientes nesse alimento. Por exemplo, certas fontes de proteínas possuem um alto teor de ferro, de zinco e de vitamina B12 e zinco, ao passo que outras não. Outros nutrientes a ter em conta são o ômega-3 e o cálcio, entre outros.

Há ainda outros fatores a ter em conta, tais como saber qual o efeito das proteínas sobre o apetite, o custo da fonte de proteínas, a sua disponibilidade, etc…, de modo que é importante que você fique atento a cada um deles antes de escolher os alimentos que usará como fonte de nutrientes.

 

Ainda não existem comentários.

Comente!