Arquivo confidencial: Descobrindo o verdadeiro Arnold Schwarzenegger – Parte 2

A essência do treinamento de Arnold Schwarzenegger

Muito tem sido escrito sobre os métodos de treino do Arnold desde que ele ganhou notoriedade no fisiculturismo quase quatro décadas atrás. Se foi pela sua intensidade, determinação e persistência ou pela sua firmeza, seu modo inabalável de ser e de utilizar técnicas específicas de treino, os “comos” e “porquês” de seus treinos têm sido assunto de intensa pesquisa pela maioria dos fisiculturistas e autores de livros sobre fisiculturismo. Desde o primeiro dia Arnold se destacou dos outros que treinavam na academia, tanto pelos seus métodos quanto pela sua intensidade. Ele relata no livro Arnold: The Education of a Bodybuilder que desde o primeiro treino de sua vida, ele atacava os pesos com uma combinação de entusiasmo e ferocidade que mesmo os membros mais antigos e assíduos da Athletic Union Gym ficavam impressionados. “Eu amei sentir o ferro gelado e o aço esquentando com o meu toque e os barulhos e cheiros da academia,” disse Arnold. “Eu comecei a viver para estar na academia.”

Os primeiros treinos do Arnold eram simples: treinar o corpo todo três dias não consecutivos por semana. No começo dos anos 60, mesmo os aparelhos mais avançados eram rudimentares e desajeitados de usar. Na realidade, os fisiculturistas contavam quase que exclusivamente com os exercícios básicos realizados com pesos livres: supinos, crucifixos e pullover para peito; desenvolvimento com barra e levantamento lateral para ombros; tração na barra fixa, remada curvada com barra e levantamento terra para as costas; rosca com barra e halteres para os bíceps; supino fechado e rosca francesa para os tríceps; e agachamento, extensor e flexor para as coxas. O abdominal tradicional realizado no chão ou em uma prancha era o exercício primário para o abdômen e os exercícios para as panturrilhas eram feitos em degraus de escada ou em blocos de madeira.

Arnold utilizou do básico para dar o arranque inicial no fisiculturismo e esse modelo básico de treino iria servir como a fundação do seu treinamento durante toda a sua carreira.

Arnold Schwarzenegger

Embora Arnold tenha começado com um programa criado para ele pelos seus mentores da academia, ele adaptou esse esquema para a sua própria preferência pessoal conforme foi se tornando mais confiante em suas habilidades. Em particular, ele seguiu as rotinas de seu ídolo, Reg Park, conforme elas eram publicadas nas revistas Weider da época. Park era um forte seguidor de um treino com movimentos básicos realizado com o maior peso manejável e com relativamente poucas repetições, de cinco a dez por série. Portanto, Arnold estava ciente de que ele precisava focar nos exercícios básicos para alcançar seu objetivo de pesar 250 libras (113 kg). Desde quase o seu começo na academia Arnold teve confiança o suficiente no conhecimento do seu corpo para poder treinar de uma maneira menos regimentada e mais instintiva.

Nos meus primeiros dias ainda na Áustria, eu tive os mais estranhos tipos de sessões de treinamento. Eles nunca seguiam um padrão aceitável. Tudo era feito de maneira realmente instintiva. Meus parceiros de treino e eu decidíamos qual parte do corpo queríamos trabalhar naquele dia e então começávamos o treino e íamos treinando até a exaustão.

Arnold Schwarzenegger

Ainda que Arnold tenha sido batizado no convencional sistema de três dias por semana, ele se sentia relativamente atrasado naquilo, pois acreditava que seu corpo podia fazer mais. Ele então aumentou o seu trabalho para seis dias na semana, treinando diferentes partes do corpo em dias alternados. Comumente conhecido hoje como “rotina dividida”, este estilo de treino foi um novo conceito no meio para o fim dos anos 60. Este método foi aperfeiçoado por Arnold com o tempo e muitos dizem inclusive que ele foi o pioneiro. Um treino típico de Schwarzenegger iria durar de uma a mais de três horas, com descanso de apenas 30-60 segundos entre as séries. O seu treino era rápido, pesado e preciso. Arnold era conhecido por literalmente enterrar seus parceiros de treino devido ao seu sistema de alta intensidade que poucos suportavam. Ele escreveu em um artigo para a MUSCLE BUILDER/POWER o seguinte:

Sempre que eu vou para a academia treinar, me sinto como um boxeador furioso pronto para nocautear seu adversário. Minha mente está focada em fazer aquele treino com um poder feroz e com toda a energia mental e física que eu sou capaz de gerar.

Arnold Schwarzenegger

Em relação a treino cardiovascular, Arnold fazia o mínimo possível, exceto pelos jogos de lazer que ele participava na praia (que ficava apenas alguns passos da porta da frente da Gold’s Gym em Venice). Ele deixava para fazer a maioria dos exercícios na sala de pesos da academia.

Análise

Está claro que Arnold tinha a sua mente ligada no treino. Algumas pessoas podem treinar por anos e nunca desenvolver uma compreensão instintiva do que funciona para elas e o que não funciona. Arnold parecia saber isso de imediato. Os indivíduos respondem melhor por uma das variadas formas existentes de treinamento de resistência progressiva. No entanto, nem todo sistema de treinamento funciona para todo mundo. A combinação de intensidade, velocidade, duração e frequência que Arnold usava, combinado com a sua dieta (falaremos sobre a dieta na parte 3), faziam com que ele pudesse manter um estado metabólico ideal para construir músculos e armazenar muito pouca gordura.

Resumo

Arnold encontrou um programa de treinamento que se encaixou como uma luva com a sua tolerância mental e física. O que é importante destacar é que ele decidiu fazer alguns ajustes no programa prescrito pelos seus mentores quase desde o início. Você também precisa avaliar a forma que seu corpo responde por um determinado programa e fazer os ajustes necessários. Algumas pessoas, como Arnold, obtém mais sucesso com alto volume de treino. Outros respondem melhor com alta intensidade (menor número de séries, porém até a falha). A composição fisiológica de cada pessoa que vai determinar o tipo de treino mais adequado para as suas necessidades específicas. Não tenha medo de experimentar uma variedade de esquemas de séries e repetições diferentes, como também de divisões musculares de treinamento e combinação de partes do corpo.

Arnold fez justamente isso para eventualmente chegar a um programa que iria servir para ele durante toda a sua carreira profissional no fisiculturismo.

Arnold Schwarzenegger

14 comentários até agora! - O que você pensa?

Gravatar

rodrigo

14 de outubro de 2011

13:53

esse cara deve todo respeito do mundo, pois foi o unico que defeniu o corpo tão bem. Eu queria esta com um corpo desse jeito, e estou treinando para isso.

Gravatar

Tatiane

26 de novembro de 2012

14:37

nossa ele éra muito mais muito grande genteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee haha

Gravatar

Marcel

4 de maio de 2013

20:14

Para mim e o maior fisiculturista de todos os tempos!

Gravatar

ccelio francisco

7 de julho de 2013

20:56

E o fisiculturista mais simetrico e mais importante para o mundo da musculaçao dificilmente tera outro como ele e o mestre dos mestres.

Gravatar

jose fernandes sobrinho

16 de agosto de 2013

08:51

Ele é camisa 10 em fisiculturismo no mundo ! gostaria de ter uma oportunidade de conhecer pessoalmente este atleta de todos os tempos

Gravatar

Paulo

30 de setembro de 2013

12:31

Como já disse imbatível em seu tempo não só pelo seu físico invejável, mas pelo seu carisma, que aliás até os dias de hoje prevalece.

Gravatar

jeferson conejo

6 de novembro de 2013

22:00

arnold e o mestre!!!!

Gravatar

marcio

16 de fevereiro de 2014

18:26

Esse sim conheçe como atigi a hipertrofia

Gravatar

Júlio César Batista da Costa

22 de junho de 2014

18:49

Realmente Arnold é um ídolo, pois chegou onde outro ser humano ou fisiculturista jamais chegou, motivando, e servindo de inspiração a todos com ambições que são limitadas si próprios. De mais

Gravatar

Robert

12 de fevereiro de 2015

19:11

Ele era bom, mas não era o único. Criou-se um mito em torno dele, mas não devemos nos esquecer de que existiram outros caras à altura ou melhores do que ele, como ele próprio confessa, que é o caso do cubano Sergio Oliva e o Reg Park.

Gravatar

edmilson costa

23 de abril de 2015

11:47

É muito difícil classificar Arnold, sendo ele o maior,ainda hoje,expoente do fisiculturismo mundial. Ele foi genial na sua trajetória de vida, e em todos os aspectos. Quando uma pessoa descobre cedo para o que é talhado,o sucesso é certo e qualquer coisa que faça dentro de suas aptidões com certeza alcança o objetivo. O difícil é achar a aptidão e conseguir dirigir-se. Só o gostar, às vezes,não é o suficiente mas,a vida é assim mesmo.

Gravatar

Adriano

29 de novembro de 2015

07:41

O Arnold sempre foi e sempre será um ícone e referencia do fisioculturismo mundial de todos os tempos. Como aconteceu com o Arnold também está acontecendo com o Mariusz Pudzianowiski no esporte de força, além de ter um físico digno de um fisioculturista o Mariusz é penta campeão na competição dos homens mais fortes do mundo, seu nome também será muito cogitado no futuro.

Gravatar

Allyson

14 de março de 2016

23:24

Bom, Arnold foi o cara…n só pelo seu corpo mais como sua história de vida…é um grande idolo pai da musculaçao, mais acredito que avia outros sim a sua altura…sempre sera uma lenda, se eu tivesse pelo menos 15% do teu corpo e 50% de sua força de vontade para fzer as coisas…estaria otimo pra mim kkkkk

Gravatar

carlos alberto

15 de abril de 2016

19:41

sempre fui fã dele com certeza o maior fisiculturista de todos tempos

Comente!